ALEH Negev reabre parcialmente a programação de educação especial

ALEH Negev reabre parcialmente a programação de educação especial

No início de março, nossos centros ALEH em Israel implementaram protocolos extremos de esterilização para proteger nossos residentes do COVID-19. Essas medidas drásticas incluíram o fechamento das escolas de educação especial da ALEH e dos centros de intervenção precoce, que atendem crianças da comunidade que vivem fora das instalações da ALEH, para garantir que não contaminássemos nossos ambientes estéreis.

No início desta semana, depois que o Governo Israelense deu sinal verde para que as escolas de educação especial reabrissem, foi decidido que uma reabertura parcial da escola de educação especial, na vila residencial e de reabilitação da ALEH em Negev, seria possível sem comprometer os moradores.

Para limitar o risco de contaminação, somente estudantes de educação especial, que são trazidos para o campus da ALEH Negev por seus pais e submetidos a um exame físico, podem entrar no prédio da escola. Além disso, todos os professores e administradores usam roupas de proteção da cabeça aos pés o tempo todo, as aulas de educação especial foram divididas em grupos muito pequenos e os residentes de ALEH Negev são mantidos separados dos alunos que moram em casa.

Após apenas alguns dias de atividade limitada, começa a parecer a escola que lembramos. As salas estão cheias de risos e música, e é claro que os estudantes de educação especial estão emocionados por estar de volta a ALEH Negev com seus professores e amigos. Embora não seja exatamente o retorno à normalidade que todos esperamos, é um passo na direção certa. Com o tempo, todos os nossos centros ALEH retomarão seu serviço à comunidade em geral, garantindo que todas as crianças recebam a educação e as oportunidades de progresso que merecem.

EmergeCampanha de Emergência

As necessidades de nossas crianças não podem ser interrompidas.

O apoio público é mais importante do que nunca para garantir que nossos residentes recebam seus tratamentos respiratórios diários, suas muitas terapias especializadas que são críticas para seus cuidados e desenvolvimento e os medicamentos e fórmulas que não estão incluídas na cesta de saúde de Israel. Com eventos, visitantes e reuniões de angariação de fundos em espera, esses serviços vitais estão em perigo.

Embora nossos residentes da ALEH estejam se distanciando do público para proteger sua saúde, é essencial que eles nunca se sintam sozinhos.